CULTURA/MINDSET, MÉTODOS

Imergindo nos valores do Scrum

Imergindo nos valores do Scrum
Imergindo nos valores do Scrum

Nesse artigo vamos falar sobre os valores do Scrum, conceituando os pilares e explicando cada valor.

O Scrum tem uma referência essencial para os seus entusiastas, o “Scrum Guide”, o guia é escrito e fornecido por Ken Schwaber e Jeff Sutherland, idealizadores do Scrum. 

O Guia Scrum ganhou em 2016 a inclusão de uma nova seção chamada valores do Scrum, esses valores criam sinergia entre os pilares do Scrum (Transparência, Inspeção e Adaptação) e materializam-se em tudo que envolve o framework, desde o empoderamento das equipes até o entendimento dos eventos, papéis e artefatos.

Os três pilares do Scrum

Conceituando os pilares do Scrum, para ficar mais claro ao que se referem os valores do Scrum, temos:

Transparência

Consiste no alinhamento entre os envolvidos sobre padrões que serão observados, linguagem que será usada no processo para entendimento de todos, clareza nas execuções e aceitação, resultado do trabalho com definição de “Pronto” (Done) entendido pelos executores e demandantes do produto.

Inspeção

Consiste em inspecionar artefatos produzidos durante as sprints, no anseio de detectar inconformidades que possam prejudicar o objetivo da sprint, cabe pontuar que essas revisões são mais efetivas quando feitas sem onerar a execução do trabalho.

Adaptação

Talvez seja o fator de maior criticidade se observarmos pelo ponto de vista de um processo de desenvolvimento tradicional onde qualquer mudança requer todo um novo planejamento do projeto inteiro.

No Scrum, a intenção e o objetivo é reagir rapidamente a qualquer desvio ou mudança que surja e que após a inspeção, se identifique que atrapalhará no resultado final.

Entendendo o conceito dos três pilares temos a visão mais completa de que o modo de trabalho que o Scrum nos oferta é 100% colaborativo, sem o real envolvimento de todos desde a disseminação do conhecimento, aceitação do método, amadurecimento da comunicação e equipes cientes de sua autonomia e importância na entrega de valor ao produto do cliente, não se sairá do outro lado.

Sem envolvimento, conscientização e mudança de conceito, não há sucesso no uso do Scrum.

A importância dos valores do Scrum

Pautamos naturalmente nossas vidas, trabalho e relacionamentos sobre valores que adquirimos através de experiências vivenciadas, com o framework Scrum não é diferente.

O Scrum é um modelo empírico que visa obter resultados através da vivência. Em um cenário tradicional que muda para o Scrum, percebe-se os valores do Scrum exigidos na vivência dos métodos, emergindo de todas as partes envolvidas.

As pessoas percebem seu valor para o sucesso do Scrum e potencializam suas competências através do uso e vivência dos valores do Scrum, que são: comprometimento, coragem, foco, abertura e respeito.

Comprometimento

Este valor representa o comprometimento de todos das equipes em alcançar seus objetivos comuns. Compromisso em fazer o que for preciso para agregar valor ao seu trabalho, desde saber quem tem a última palavra para melhor forma de obter os resultados até a obediência em cumprir os ritos/eventos do Scrum para estar ciente dos problemas que compete a todos.

Coragem

Este valor já vem desde quando se estabelece que o Mindset será mudado, e se decide adotar o Scrum. Aqui deve-se entender que os times devem ter coragem para tomarem decisões e enfrentarem as mais diversas situações que nem sempre serão fáceis. Contudo, isso já deve estar bem amadurecido dentro da cultura do cliente para dar assim a autonomia necessária às equipes.

Foco

Todos do time Scrum deve estar focados em alcançar o mesmo objetivo, comunicação constante entre equipe e cliente, é essencial para o sucesso deste valor. Entender que problemas não são culpas individuais e sim responsabilidades coletivas, deve-se procurar ter o comportamento de mosqueteiro. Um por todos e todos por um.

Abertura

Devemos considerar esse valor como a aceitação de todos os envolvidos que se comprometeram em praticar Scrum, entender pilares, valores, eventos, artefatos, papéis e acima de tudo estarem preparados para entrarem em algo novo, sabendo que os resultados virão com vivência. Equipes e clientes abertos a comunicação, andando juntos e, acima de tudo, trabalhando de mãos dadas para alcançarem o sucesso na forma de trabalho.

Respeito

Valor fundamental não só para o Scrum mas para a vida, nesse caso primamos pelo respeito entre os membros da equipe. Trabalhamos com pessoas de todos os jeitos e opiniões, por isso, é inevitável conflitos. Mas, esse cenário temos que evitar o máximo, e se mesmo assim houver problemas temos o papel responsável para mitigar esses conflitos caso isso aconteça, uma ótima sinergia entre os membros da equipe resulta em equipes eficientes e maduras.

Para refletir…

Finalizo este artigo com um trecho do livro “Scrum – A arte de fazer o dobro do trabalho na metade no tempo”, onde Jeff Sutherland autor e idealizador do Scrum, exemplifica que se exige prática e atenção para se chegar a um novo estado no qual as coisas apenas fluem para que o resto aconteça.

“É nesse ponto que você precisa chegar com o Scrum. Esse é o estado que eu quero que todos cheguem em suas vidas. O trabalho não precisa ser um saco. Pode fluir, pode ser uma expressão de alegria, um alinhamento em direção a um objetivo superior. Pode ser melhor. Podemos ser maravilhosos! Só precisamos praticar.”

Seja Ágil, Seja Scrum! 

Você pode gostar também